Guggal (Mirra Índia)

Guggal é uma resina de consistência emborrachada, cor marrom dourada e aroma semelhante ao da mirra africana, levemente adocicado, balsâmico, herbáceo e notas de baunilha. Também é conhecido como guggul, bálsamo indiano ou bedélio.

A resina Guggal vem da árvore Commiphora wightii, nativa da Índia e do Paquistão, pertencente à família Burseraceae. Commiphora Mukul prefere climas áridos e semiáridos e tolera solos pobres.

Como sahumerio, pode ser utilizado para meditação e outras práticas espirituais, ajudando a acalmar a mente e facilitando a concentração. Suas propriedades promovem estados de equilíbrio interior, paz, harmonia, aliviam a ansiedade, o estresse e melhoram o humor.

É considerada uma substância purificadora e protetora, que ajuda a limpar as energias negativas e a fortalecer a conexão espiritual.

10,00 

História Guggal

Nas regiões da Índia e do Paquistão é cultivado pela sua resina, que é colhida através de um corte no tronco, e é muito utilizada como incenso, na medicina védica (Ayurveda) e na perfumaria.

Guggal é descrito em escritos védicos que datam de 600 AC. C. O extrato de goma Guggul, conhecido como gugulipídeo, tem sido usado na medicina ayurvédica há mais de 3.000 anos, frequentemente combinado com outras plantas.

A resina Guggal é usada em algumas práticas espirituais na Índia, especialmente na tradição Ayurvédica, onde tem uma tradição antiga.

 

Forma de uso: Acenda um carvão e despeje um pouco de resina sobre as brasas. A resina derreterá e liberará sua fragrância no ar por vários minutos.